visitas onlines

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Olá Pessoal


Exímio
_Que bom este sorvete, creme e amendoim.
_Amendoim? Parece que há um equivoco ai, não fazemos sorvete de creme com amendoim.
_Não?! Mas a sensação gustativa não me deixou dúvidas, a textura, olfato. Não posso estar enganado.
_Pois está, não usamos amendoim no sorvete de creme.
_Seria possível o senhor estar enganado? Talvez esteja confuso, esquecido. Não posso duvidar dos meus sentidos, eles nunca me traíram.
_ Aconselho o senhor provar um pouco mais. Tome um pouco de água, faça bochecho, pode ser que os sabores anteriores estejam a lhe confundir.
_Meu amigo, o senhor não está entendendo, meu paladar é por demais preciso, não há possibilidade de erros.
_Não admitir.erros, já é um erro camarada, .
_O senhor não me conhece, então não me julgue.
_ E o senhor não teime comigo, sobre uma coisa ao qual faço e refaço todos os dias, talvez até de olhos fechados.
_Senhor...
Houve uma pausa na interlocução, por um momento parecia que o vivente iria desistir de argumentar, mas ele deu uma última e decisiva cartada, ou argumento, como queiram.
_Senhor, eu sou um degustador profissional, tenho vinte anos de experiência, e nunca, nunca, mas nunca mesmo me enganei com sabores e aromas.
Neste momento, vindo de uma porta lá dos fundos, entra um rapazote de uns dezoito anos aproximadamente, e adverte o pai, o tal que teima em dizer que não usa amendoim no sorvete de creme.
_Ah! Pai! Esqueci de lhe dizer que coloquei amendoim, sem querer no sorvete de creme.

Marlene

2 comentários: